6 dicas para cuidar da saúde dos olhos

Oftalmologistas do Hospital Santa Cruz ensinam a manter sua visão afiada

A visão é um dos sentidos mais importantes do corpo humano, e os cuidados ao longo da vida são fundamentais para prevenir danos aos olhos. Segundo dados da OMS – Organização Mundial da Saúde, atualmente 285 milhões de pessoas estão visualmente prejudicadas no mundo. No Brasil, o último Censo Demográfico do IBGE (de 2010) identificou mais de 35 milhões de pessoas com algum grau de dificuldade visual. Diante desses fatos, o Dr. Thiago Calil (CRM 150.942) e o Dr. Rodrigo Santos (CRM 152.738), oftalmologistas do Hospital Santa Cruz, trazem algumas dicas para prevenir problemas oculares. 

1. Evite coçar os olhos

O hábito instintivo e prejudicial de esfregar com frequência a região dos olhos pode resultar em irritações, alergias e até uma conjuntivite. Alergias oculares têm o risco de levar ao aparecimento e à piora de uma doença chamada ceratocone, que se manifesta pelo aumento de curvatura e a diminuição da espessura da córnea, causando astigmatismo irregular e perda visual. As conjuntivites bacterianas e virais são contagiosas e precisam ser tratadas com urgência.


2. Tenha cuidado ao usar maquiagens e lentes de contato

Dormir sem remover os cosméticos dos olhos pode irritar e até mesmo inflamá-los. É importante realizar a limpeza ocular com produtos apropriados, para evitar complicações visuais. Tenha bastante cuidado com as lentes de contato: antes e depois de usá-las, lave bem as mãos e higienize as lentes. A limpeza do estojo é essencial e deve estar em dia, para não ocasionar infecções oculares.


3. Pratique atividades físicas e cuide da alimentação

A inclusão de exercícios no dia a dia é importante tanto para a saúde do corpo quanto para a dos olhos. A obesidade pode trazer problemas como o diabetes e a hipertensão, que afetam diretamente a área ocular. Tenha também uma alimentação balanceada: assim como o corpo, os olhos precisam de vitaminas e minerais para funcionarem bem. Há muitas doenças oculares relacionadas à falta de caroteno, vitamina A, cobre, zinco e ômega 3. Procure ter uma dieta rica e diversificada, incluindo vegetais de folhas verde-escuras, frutas, legumes, peixes e sementes.


4. Esteja atento ao uso contínuo de computadores e celulares

Muito presentes na nossa vida, tanto o computador como o celular podem gerar alguns malefícios à nossa saúde ocular. Durante o uso desses aparelhos, nossa tendência é piscar menos, o que gera alguns sintomas, como olhos vermelhos, coceira ocular e borramento visual. Diminuir o brilho da tela e manter uma distância de 30 centímetros são medidas que costumam amenizar esses sintomas. Uma dica importante é realizar pausas de 5 minutos para cada hora de uso dos aparelhos. Durante esses intervalos, por pelo menos 1 minuto, preste atenção no piscar de seus olhos e olhe para um objeto distante. Assim, você ajudará a lubrificá-los melhor e a relaxar a musculatura que atua nos mecanismos de focalização dos objetos.


5. Proteja seus olhos contra os raios ultravioletas (UV) da luz solar

Adquira óculos de sol em locais de confiança como forma de se proteger da radiação solar, um fator de risco para o desenvolvimento de algumas doenças oculares. Entre elas estão o pterígio – crescimento benigno de tecido na córnea –, a catarata – opacidade do cristalino, a lente natural do olho – e o edema macular – aumento na espessura e inchaço da mácula, uma região central da retina com maior concentração de células que captam a luz e a imagem.


6. Consulte um médico oftalmologista regularmente

Esse cuidado é necessário para manter a saúde dos olhos. Recebendo o diagnóstico dos sintomas com um especialista, você pode evitar perdas visuais graves por enfermidades como glaucoma – doença que apresenta perda de fibras do nervo óptico e geralmente tem elevação da pressão intraocular –, catarata e doenças de retina. Recomenda-se uma consulta anual, além de exames preventivos, mas, de acordo com a idade e os problemas oculares, pode ser agendado um encontro com o oftalmologista com mais frequência.

Comentar

Clique aqui para publicar um comentário